Volante SIC
Página principalNotíciasTestes
Partilhar

Ensaio Volvo XC40 T3 MT6

Com provas dadas no segmento, com o grande XC90 e o médio XC60, faltava a versão compacta. O XC40 nasceu dessa necessidade e depressa arrebatou corações.

Opinião geral KBB

Foi um parto difícil. Pelo menos em Portugal, onde, durante meses, viu a sua comercialização gorada pelo facto de ser taxado como classe 2 nas portagens (o mano maior XC60 paga, desde sempre, classe 1 nas versões de 4x2). No resto do mundo, a conversa foi outra e convenceu especialistas e clientes ao tornar-se Carro Internacional do Ano. Mas, desde o início do Verão, e após feitos alguns ajustes, o modelo passou a integrar uma das exceções do sistema lusitano de portagens. E até que enfim, dizemos nós. O Volvo XC40 é um bom exercício de competência por parte de Gotemburgo que conseguiu aliar as qualidades de construção e dinamismo dos SUV maiores à agilidade de uma versão compacta dos mesmos. Equipado com a motorização T3, o primeiro bloco tricilíndrico da história da marca nórdica, o XC40 consegue um bom equilíbrio entre eficiência e dinamismo, além de ser a versão mais acessível da gama, com um preço desde 36.962 euros.

Vai gostar deste carro...

Privilegia a qualidade de construção, uma boa habitabilidade e é fã do emblema sueco? Soma a estes dados o facto de querer render-se a um crossover? Nesse caso, o XC40 pode reunir o melhor de vários mundos.  

Pode não gostar deste carro se…

Para famílias com mais de dois filhos esta poderá não ser a melhor solução. Também para quem busca uma solução para incursões mais aventureiras, o XC40 está mais dotado para o asfalto do que para o off-road.

Novidades

O Volvo XC40 é o primeiro modelo da marca sueca construído com base na nova plataforma CMA (Compact Modular Architecture), que servirá de base aos futuros modelos da gama 40 e que permite versões 100% elétricas. Simultaneamente, estreia o primeiro motor de três cilindros da marca de Gotemburgo: o T3 com 156 cv.

Condução

Com a mesma robustez e ágil chassis, o XC40 T3 tem o privilégio de ser o primeiro tricilíndrico da marca sueca. Mas a ausência de historial não faz deste motor uma experiência. Os engenheiros da Volvo esforçaram-se por se estrearem com um bloco que alia a eficiência dos três cilindros a uma condução divertida graças a um binário de 265 Nm disponível a partir das 1.850 rpm e até às 3.850 rpm. Além do mais, é surpreendente a forma como se apresenta silencioso. Mas, embora tenha a seu favor o facto de ser o mais acessível da gama de motorizações, as suas prestações ficam aquém das propostas assentes em arquiteturas de quatro cilindros. Na realidade, não desilude em circuitos pequenos nem na condução do quotidiano, mas acabamos por sentir falta de um pouco mais quando se exige uma retoma mais agressiva, obrigando a recorrer com (demasiada) frequência à caixa manual de seis velocidades. A mesma motorização acoplada a uma caixa automática deverá tornar-se mais apetecível — ou, pelo menos, menos cansativa.

Características favoritas

Segurança

Não é necessário apetrechar o XC40 com as tecnologias de ponta de que a Volvo dispõe para se ter a certeza de que se está dentro de um automóvel seguro. A comprová-lo, as cinco estrelas atribuídas pelo Euro NCAP tendo por base apenas o equipamento de série.

Sensus

Tal como acontece nos SUV maiores da Volvo, o compacto XC40 apresenta um ecrã tátil vertical, semelhante a um tablet, através do qual se pode fazer a gestão de quase tudo. Importante o facto de chegar compatível com Apple CarPlay e Android Auto.

Estética

Ao contrário do que se observou com o XC60, em que a Volvo tratou de reproduzir o enorme XC90 em tamanho um pouco mais pequeno, o XC40 afasta-se da estética daqueles para se afirmar como um compacto mas robusto SUV, com a equipa de design a apostar nas linhas angulares que lhe imprimem um aspeto mais jovial e também mais espevitado. Ainda assim há detalhes que o aproximam da família sueca, como a grelha dianteira ou as luzes com o desenho do martelo de Thor, o famoso deus nórdico. O nível de equipamento R-Design distingue-se por um tejadilho negro a contrastar com a pintura do resto da carroçaria assim como por elementos específicos. No interior, mais aspetos a considerar como os bancos em pele ou os detalhes texturados pelas portas e tablier.

Equipamento de série

A versão base do XC40 é a mais acessível e chega bem composta: fecho centralizado com comando à distância, instrumentação digital de 12,3”, ecrã tátil de 9” ao centro, volante em couro, faróis LED, cruise control e limitador de velocidade, Collision Mitigation, manutenção da faixa de rodagem, sensores de estacionamento traseiros, sensores de luz e chuva, assistência ao arranque em subida e na circulação em descidas íngremes, sensores de apoio ao estacionamento atrás. O nível de equipamento R-Design acrescenta volante desportivo, chave em couro e ponteira de escape dupla, entre outros mimos.

Por baixo do capot

A versão ensaiada foi o T3 que consiste num motor a gasolina de três cilindros de 1,5 litros com 156cv, acoplado a uma caixa manual de seis velocidades (a automática deverá ficar disponível em 2019) e com tração dianteira. Na verdade, com este bloco a Volvo consegue um bom compromisso de eficiência, com emissões de 144 g/km e um consumo médio de 6,2 l/100km. O bloco despacha-se com eficácia em circuitos urbanos sobretudo, sendo em autoestrada que mostra maior fragilidade. No entanto, o binário de 265 Nm disponível por uma ampla faixa de rotação ajuda a que o ânimo não morra.

Mas o XC40 oferece mais motorizações - mais caras, mas também mais interessantes que atiram as prestações para outro nível. Ainda a gasolina, a oferta estende-se a duas propostas do mesmo bloco de 2,0 litros e quatro cilindros: o T4 com 190 cv, nas versões FWD e AWD, e o T5 com 247 cv, apenas disponível com AWD. A gasóleo, a versão base é a D3, que assenta num 2,0 litros com 150 cv, podendo apresentar-se com tração dianteira ou integral. No topo da gama Diesel, o D4 de 190 cv sempre servido por tração integral.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB