Página principal Notícias Novidades
Quanto custa pôr um carro a GPL e quais os sistemas utilizados?

Quanto custa pôr um carro a GPL e quais os sistemas utilizados?

É possível converter uma viatura a gasolina num carro a GPL. Explicamos como fazê-lo e os custos envolvidos.
28-03-2018

Há duas formar de ter um carro a GPL: ou adquiri-lo assim de origem ou transformar um veículo a gasolina para funcionar também a GPL.

Se está a avaliar os benefícios dos carros a GPL e concluiu que pode ser um bom investimento para si, saiba que não tem necessariamente de comprar um veículo já com essas características, uma vez que é possível converter um veículo a gasolina para funcionar também a GPL. Todos os carros a Gás de Petróleo Liquefeito (GPL), sejam de origem ou adaptados, também têm um tanque de gasolina, até porque esta é indispensável no arranque a frio do motor (só alguns instantes depois é que o carro começa a usar GPL). Este tipo de carros têm mais autonomia, pela soma das capacidades dos dois depósitos. Por outro lado, sendo o litro de gasolina muito mais caro, quem tem um carro a GPL só em caso de necessidade é que usa gasolina.

Qual a diferença entre GPL e GNC?

O outro gás usado como combustível nos automóveis é o GNC, ou gás natural. Noutros países, é usado com regularidade, mas em Portugal o seu uso está limitado a frotas como as da Carris ou dos STCP, havendo poucos postos públicos - para particulares existem em Braga, Loures, Lisboa e Porto - e, mesmo assim, com restrições ao seu acesso. Pelo contrário, para o GPL há quase 400 postos espalhados por todo o país, pelo que quem tenha um veículo a GPL pode deslocar-se de norte a sul de Portugal sem precisar de recorrer ao depósito de gasolina.

É possível converter um carro a diesel para GPL?

A adaptação mais simples é a de um veículo a gasolina de modo a que possa também funcionar a GPL, embora exista também a possibilidade de transformar um diesel. Neste último caso, há dois métodos:

  • A "ottorização", que consiste em converter o motor diesel para motor de ciclo Otto, modificando a cabeça dos cilindros (ou substituindo-os), para criar uma câmara de combustão, e a cabeça do motor de forma a poderem ser utilizadas velas de ignição. As desvantagens deste processo são o elevado custo, o risco da conversão e a perda da eficiência como motor diesel.
  • O Dual-Fuel, para que um veículo diesel passe a consumir simultaneamente gasóleo e GPL, mas, de momento, os equipamentos disponíveis são específicos para alguns modelos.

Qual o processo para alterar um carro para GPL

Centremo-nos, então, na modificação mais comum - a de veículos ligeiros a gasolina para gasolina/GPL. É uma transformação segura e sem riscos, mas, para isso, a conversão só pode ser feita numa oficina autorizada para este trabalho específico. O processo inclui montagem do depósito de GPL, de novos tubos de combustível, de injetores específicos, de válvulas de segurança, da cablagem elétrica, de um comutador, de um indicador de nível de GPL no depósito, bem como de uma centralina própria.

Além disso, há toda uma burocracia inerente à alteração efetuada no veículo (como a mudança do Documento Único Automóvel). Em princípio, o instalador encarrega-se desse processo e também oferece uma garantia sobre o serviço efetuado. Os custos dessa adaptação variam entre os 900€ e os 3.000€, dependendo do veículo a transformar (marca, cilindrada, etc.) e, como é boa prática, convém pedir orçamento a diversas empresas. A lista de entidades instaladoras de GPL aprovadas pelo IMTT pode ser consultada na página desta entidade: www.imtt.pt › Veículos › Aprovações › Reconhecimento Entidades › Instalador GPL.

Quanto vai poupar com um carro a GPL?

Um motor a gasolina, quando adaptado para consumir também GPL, normalmente vai aumentar o consumo médio em cerca de 5%, mas o custo de combustível, por quilómetro, continua sempre a ser mais baixo (cerca de 60% inferior ao da gasolina) para um carro a GPL. Em termos económicos, há vantagens que são ainda maiores se se adquirir um veículo que já vem pronto de fábrica para usar GPL. Além de beneficiar das garantias oferecidas pela marca, essa viatura já vem adaptada de origem para funcionar sem problemas, com todos os requisitos de segurança e já homologada pelo IMTT.

Relacionados

Como funcionam os carros alimentados a água salgada?

A aprovação europeia chegou em 2014 e, dois anos depois, um protótipo comprovou que a água salgada pode mesmo ser uma alternativa aos combustíveis tradicionais.
17-07-2018

O que são combustíveis sintéticos ou e-fuels?

Com a pressão a aumentar no sentido de substituir os combustíveis fósseis por alternativas mais ecológicas, as soluções vão surgindo. Uma passa pelos e-fuels.
11-06-2018

Serão os carros movidos a ar comprimido o futuro?

Os combustíveis de origem fóssil parecem ter os dias contados e uma das alternativas é o ar comprimido. Mas será que tem futuro?
17-07-2018

Quanto vale um carro novo ou usado?

Preço Novo / Usado Valor do meu carro

Carros usados

VOLVO V40 Diesel V40 2.0 D2 Kinetic Geartronic

VOLVO V40 Diesel V40 2.0 D2 Kinetic Geartronic

2018 . Gasóleo . 33577 Km
23 499 €
matrizauto matrizauto
OPEL Zafira

OPEL Zafira

2018 . Diesel . 37747 Km
21 990 €
OPEL Zafira Tourer Diesel Zafira 1.6 CDTi Innovation S/S

OPEL Zafira Tourer Diesel Zafira 1.6 CDTi Innovation S/S

2018 . Gasóleo . 51212 Km
23 499 €
matrizauto matrizauto
NISSAN Qashqai

NISSAN Qashqai

2019 . Gasolina . 10989 Km
22 390 €
Mercedes-Benz Classe A Diesel A 180 D AUT.

Mercedes-Benz Classe A Diesel A 180 D AUT.

2018 . Gasóleo . 32804 Km
27 999 €
matrizauto matrizauto
Produzido por Janela Digital
Ocurreu um erro ao enviar o seu formulário
O seu formulário foi enviado com sucesso