VolanteSIC
Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

Página principalNotíciasDicas
Partilhar

Carros híbridos: vantagens e desvantagens

Apesar dos fabricantes apostarem cada vez mais neste tipo de veículos, é importante perceber se um híbrido é o carro ideal para si.

O que é um carro híbrido

Apesar de existirem vários tipos de combinações de motores e transmissões híbridas, pode afirmar-se que, regra geral, um veículo híbrido é todo aquele que se faz mover por dois tipos distintos de energia, sendo a combinação de um motor de explosão (gasolina) e motor elétrico a mais comum nos veículos do dia a dia.

Vantagens dos carros híbridos

Os híbridos vêm preencher uma brecha de mercado entre os carros convencionais, movidos através de combustíveis fósseis, e os totalmente elétricos. São o meio termo perfeito para quem procura um transporte com consumos reduzidos, mas que ainda não está totalmente convencido com a autonomia dos veículos totalmente elétricos.

Mas há uma razão pela qual as principais marcas superdesportivas estão a usar tecnologia híbrida nos seus modelos mais recentes. O Ferrari LaFerrari, o Mclaren P1 e o Porsche 918, por exemplo, não só melhoraram a sua eficiência de combustível, como elevaram a sua performance a níveis nunca antes atingidos. Não foi por acaso que o vencedor da última edição do LeMans, a mais mediática prova de endurance do mundo, foi o modelo 919 híbrido da Porsche.

Mas a tecnologia híbrida nem sempre esteve na moda. Se olharmos para o primeiro híbrido a estar amplamente acessível ao público, o Toyota Prius, lembramo-nos que não era muito comum ouvirmos falar de carros elétricos antes do virar do milénio. Além disso, a carroçaria da primeira geração do Prius não era propriamente sexy nem apetecível, o que provocou várias piadas e algum desdenho por parte do público em geral. Quem não se mostrou cético foram os restantes fabricantes automóveis, que seguiram os passos da marca nipónica, apressando-se a revelar as suas próprias gamas de modelos híbridos, como por exemplo a Honda, a BMW e a Chevrolet.

Apesar do foco das equipas de marketing estar nas vantagens ecológicas destes modelos híbridos, existem outros incentivos que vão entusiasmar também os amantes automóveis. Ter um motor elétrico como auxiliar do motor de explosão, não só melhora os regimes mais baixos do motor, aumentando o binário nos arranques, como recolhe ativamente energia das travagens, energia que, de outra forma, seria desperdiçada. Com este auxiliar, o motor a gasolina não necessita de ser tão grande, reduzindo consumos e emissões de CO2. Para além disso, estes modelos são, na sua maioria, um verdadeiro exemplo de otimização de recursos, sendo desenvolvidos com baixos coeficientes de atrito e vindo equipados com pneus especiais e vários sistemas de poupança de energia. Isso quer dizer que o termo “híbrido” não advém só da motorização, mas também da forma como o carro é concebido de raiz.

Dependendo do tipo de transmissão do híbrido, poderão existir casos em que as rodas motrizes são inteiramente movidas apenas pelo motor elétrico, ficando o motor a gasolina apenas responsável pelo carregamento das baterias. Neste caso, o receio com a durabilidade das baterias tem melhorado bastante, com alguns fabricantes a oferecem longas garantias para os seus equipamentos.

Desvantagens dos carros híbridos

Uma das principais desvantagens dos híbridos face à concorrência mais convencional continua a ser o preço de custo. Muitas vezes, este investimento inicial só é compensado com o uso intensivo do carro. Deve ter-se em conta que a construção de um veículo híbrido é mais complexa e consome mais recursos do que um carro convencional. Para finalizar, apesar dos consumos serem mais baixos, a autonomia do veículo pode ser comprometida pelo pequeno depósito de combustível e pelo motor elétrico.

Se ponderar adquirir um veículo híbrido, foque o seu motivo de compra nos consumos, eficiência e baixas emissões, já que, muito provavelmente, não será o automóvel mais amigo do ambiente. Antes de se comprometer com um grande investimento, tenha em consideração que os híbridos já se vendem mais do que os eléctricos, por isso não é de estranhar que ocorra uma eventual descida dos preços, fruto da produção em massa e otimização de processos de construção.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB

Encontre o Seu Próximo Automóvel

Procurar