VolanteSIC
Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

Página principalNotíciasDicas
Partilhar

Diferença entre carros híbridos e híbridos "plug-in"

Ambos têm em comum o facto de reunirem duas motorizações diferentes, mas há várias diferenças que distinguem os carros híbridos "convencionais" dos "plug-in".

Um híbrido assenta em duas motorizações diferentes e, ainda que haja os que se apoiam em blocos Diesel conjugados a engenhos elétricos, o mais comum é encontrar um híbrido que reúne um propulsor a gasolina a um motor elétrico.

Carros híbridos “convencionais”

Quando se trata de um híbrido convencional, a autonomia em modo elétrico é reduzida ou mesmo inexistente, utilizando-se a energia gerada para apoiar o motor térmico, reduzindo consumos e emissões, sobretudo ao nível do arranque e durante os momentos de pausa do motor, aproveitando a desaceleração ou a travagem para regenerar a carga das pequenas baterias. Entre estes, podemos considerar dois tipos de híbridos: "micro/mild" e "full". A diferença reside na possibilidade de o gerador funcionar apenas como motor de apoio ou como um engenho autónomo, sendo possível inclusive ao condutor escolher entre explorar apenas o motor térmico, o elétrico ou a reunião de ambos.

Carros híbridos “Full”

No caso de um "full" híbrido, além de o arranque ser em modo elétrico, é possível percorrer uma distância curta, que pode ir até cerca de dois quilómetros, desde que não se puxe muito pela potência e se aproveite sabiamente as descidas (regeneração pela inércia) e travagens. Mas, a sua mais-valia advém do facto de se poder reunir as capacidades dos dois motores, escolhendo o modo híbrido, o que permite dotar o automóvel de mais potência e simultaneamente "esticar" a autonomia total do veículo à medida que o uso da eletricidade baixa o consumo médio de combustível fóssil.

Carros híbridos "plug-in"

Toda a lógica dos híbridos está patente nos híbridos "plug-in". No entanto, estes chegam com baterias de maior capacidade e ligação para as recarregar por ficha, permitindo uma utilização elétrica de cerca de 50 quilómetros por carregamento - tendo em conta que a média de quilómetros percorridos diariamente anda em torno dos 40, isto significa ser possível usar o automóvel no dia a dia sem acionar o motor a combustão.

Incentivos fiscais para carros híbridos “plug-in”

O facto, além de privilegiar normas ambientais e de poupança na bomba de combustível, também usufrui de benefícios fiscais para empresas, desde que o valor da aquisição não ultrapasse os 50 mil euros (sem IVA): dedução de impostos relativos à aquisição e redução das taxas de tributação autónomas (para atividade de natureza comercial, industrial ou agrícola). Já o valor a pagar de IUC poderá ser mais baixo do que uma viatura semelhante com apenas bloco térmico uma vez que as emissões de CO2 declaradas são inferiores.

Veja também: Vantagens e desvantagens dos carros híbridos

A ter em atenção, no entanto, que o novo ciclo WLTP (Worldwide harmonized Light vehicles Test Procedure), obrigatório para novas homologações a partir de setembro próximo, deverá aumentar o valor das emissões dos veículos híbridos de ligar à corrente, elevando de igual forma a conta final de impostos.

Comprar carro híbrido ou híbrido “plug-in”?

Se, por um lado, os híbridos "plug-in" beneficiam de incentivos fiscais para empresas, por outro, obrigam a alguma "ginástica" se se quiser tirar proveito do motor elétrico e da autonomia de 50 quilómetros prometida: o carregamento normal demora uma média de oito horas; o efetuado em postos rápidos garante 80% da capacidade da bateria em cerca de 30 minutos. Assim, se o carregamento for fácil, esta será uma escolha óbvia, sobretudo se a aquisição é feita em nome de empresa.

Já os híbridos, "mild" ou "full", têm a vantagem de não darem qualquer trabalho ao condutor. Ainda assim, para tirar um melhor proveito do sistema há todo um processo de reaprendizagem de condução, em que se devem evitar as travagens e as acelerações bruscas, promovendo a antecipação e tirando partido de qualquer descida para regenerar energia.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB

Encontre o Seu Próximo Automóvel

Procurar