VolanteSIC
Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

Página principalNotíciasNovidades
Partilhar

Volkswagen Golf GTI: do MK1 ao Golf VII

A Volkswagen sempre nos habituou a bons fenómenos de longevidade, do utilitário Polo ao imortal Carocha, sem esquecer uma "instituição" chamada Golf GTI.

O Golf GTI viu pela primeira vez as luzes da ribalta em 1975, no Salão Internacional de Frankfurt. Desde então, a história do automóvel que celebrizou a sigla GTI, que é transversal a toda a indústria como identificadora de compactos com sangue na guelra, foi sempre a crescer.

1976: o nascimento do Golf GTI

Volkswagen Golf GTI MK1

Mais tamanho, mais cilindrada, mais potência e prestações. Tem sido assim há mais de quatro décadas, sempre que a Volkswagen lança uma nova geração do Golf GTI, desde o icónico MK1, que nasceu para ser um sucesso. A frase de promoção descrevia-o como "o Volkswagen mais rápido de sempre". E sem exagero. Com um motor de 1,6 litros de capacidade e 110 cv, acelerava de 0 a 100 km/h em menos de 9 segundos e atingia 182 km/h de velocidade máxima, valor notável para a época.

Os primeiros exemplares foram comercializados no Outono de 1976 e as vendas foram surpreendentes, com seis mil unidades entregues até ao final do ano. No total, 270 mil "GTIs" vendidos. Nos corredores de Wolfsburg não houve logo lugar a euforias: colocava-se a hipótese de se tratar de um fenómeno passageiro. Pensou-se até que o carro compacto e bem-nascido (800 kg e 3,7 m) podia não ter futuro. Daqueles enganos que vêm a calhar…

1984: 2.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK2

A chegada de 1983 marcou o aparecimento de um novo Golf. E, um ano mais tarde, de um novo GTI. Um pulo de cerca de 30 centímetros em comprimento fez com que a carroçaria esticasse a uns já imponentes 4 metros. Mas o desportivo alemão não ganhou apenas corpo. Era bem mais confortável e seguro que o modelo que substituiu. A meio da década de 80, o motor do GTi, de 8 válvulas a render 112 cv, recebeu mais uma árvore de cames à cabeça, passando à configuração de 16 válvulas e ganhando músculo: no banco de potência o alemão acusava 139 cv, que a Volkswagen teve de reduzir para 129 cv para cumprir regras antipoluição. Em 1990, surge a mítica versão G60, com um bloco de 1,8 litros e o exclusivo compressor G da marca alemã, a debitar 160 cv.

1991: 3.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK3

A terceira geração do GTI surgiu em 1991 e, mais uma vez, com mais comprimento e potência. O motor passou a ter 2 litros e a debitar 115 cv, na versão de 8 válvulas, e uns expressivos 150 cv na declinação mais acelerada de 16V. Nesta geração, a registar a estreia de airbags dianteiros de série. Desta fornada, destaque para a edição especial dos 20 anos do Golf GTI, lançada em 1996, com produção limitada a apenas mil unidades, com as suas jantes especiais da BBS que marcaram uma geração. Pela primeira vez há uma versão turbodiesel GTI, com o motor a gasóleo de 90 cv.

1998: 4.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK4

Em 1997, nasceu a quarta geração, que não só volta a crescer (4,15 m), como engordou uns quilitos (1200 kg), obrigando a Volkswagen a reforçar o capítulo mecânico. O "Ás" de trunfo apareceu na forma de um motor de 1,8 litros com turbocompressor e 150 cv, que partilhava o protagonismo na gama com o bloco aspirado de 2,3 litros e 5 cilindros de 170 cv.

2004: 5.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK5

A quinta geração do Golf GTI também ficou conhecida como uma versão muito especial, o R32 chegou equipado com um V6 a debitar 250 cv e estreou a já famosa caixa de velocidades DSG de dupla embraiagem.

2009: 6.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK6

Com ordens claras para mexer sem estragar, o gabinete de estilo da Volkswagen não arriscou nesta geração do GTI. Apresentado no Salão de Paris de 2008, o Mk6 tinha design claramente inspirado no Mk1 da década de 70, mas a ideia era afirmar-se como a nova referência do segmento, ao estrear o bloqueio de diferencial eletrónico XDS e um motor de 210 cv. Prestações: 0 a 100 km/h em apenas 6,9 segundos; 240 km/h de velocidade máxima.

2014: 7.ª geração

Volkswagen Golf GTI MK7

Na atual geração MK7, o GTI tornou-se "quarentão". Construído sobre a brilhante plataforma modular MQB, que também serve o Audi A3 e o Seat Leon, o Golf GTI recebeu importantes ganhos de potência. Do motor 2.0 TSI os engenheiros alemães conseguem extrair mais 10 cv, subindo para 230 cv (245 cv na mais "espigada" versão GTI Performance, a única disponível no mercado nacional, com caixa manual de 6 velocidades ou transmissão automática DSG de 7 relações, por 48.659€ e 50.419€, respetivamente).

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB

Encontre o Seu Próximo Automóvel

Procurar