VolanteSIC
Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

Página principalNotíciasEnsaios
Partilhar

Ensaio Suzuki Swift Sport: desportivo de palmo e meio

O novo Swift Sport é descendente direto do furioso GTI que a marca japonesa produziu nas décadas de 80 e 90. E aura “racing” está lá toda…

Se há uma marca com tradição no segmento dos pequenos desportivos é a Suzuki e o novo Swift Sport não é exceção.

Opinião geral KBB

Parte da piada do Swift Sport esteve sempre no seu tamanho compacto e maneirinho (e um autêntico peso-pluma, claro…). Com apenas 3,84 metros de comprimento, a terceira geração do desportivo japonês assenta numa plataforma nova (partilhada com a novíssima geração do crossover Ignis) que permite que a versão Sport esteja ainda 50 mm mais perto do chão do que o Swift normal, sendo que a distância entre eixos aumenta 2 cm, permitindo-lhe uma maior capacidade para lidar com o acréscimo de músculo do bloco de 1,4 litros. E não só: a bagageira também pode crescer para 54 litros para um total de 265 litros, havendo agora espaço para 5 ocupantes, quando a anterior geração estava homologada para 4.

Ensaio Suzuki Swift Sport traseira

Vai gostar deste carro se...

Procura um automóvel compacto, ágil e muito divertido de conduzir? Mais do que pelas prestações puras, o Swift Sport cativa pela dinâmica e pela incrível leveza, a permitir que se leve com dois dedos para dentro das curvas.

Pode não gostar deste carro se…

Segue a linha “old school” que defende que pequenos desportivos à séria querem-se com motores atmosféricos muito rotativos? É que no lugar do motor atmosférico de 1,6 litros fora de forma do anterior Swift Sport, está agora uma mecânica da família de motores BoosterJet, com turbo, a debitar 140 cv.

Veja também: 8 GTI clássicos que nunca vão passar de moda

Condução

Para a versão mais desportiva da gama, as suspensões, com bons amortecedores Monroe à frente, foram revistas ao pormenor. E, por isso, o Sport é bem mais incisivo em curva e mais estável em transferências de massas do que o Swift “normal”.  A suspensão é seca, sem exageros. E a direção também cumpre. Mas, as sensações de condução mudaram um pouco. Ao contrário do que acontecia com o rotativo bloco naturalmente aspirado, que pedia caixa para se manter espicaçado acima das 5000 rpm, este moderno 1.4 BoosterJet mostra muito mais alma no primeiro terço do conta-rotações.

Ensaio Suzuki Swift Sport frente

Características favoritas

Peso-pluma

A ajudar às performances enérgicas deste Swift mais desportivo está, obviamente, a cura de emagrecimento de que foi alvo, com o corte de uns importantes 80 kg no peso do conjunto, para um “peso-pluma” abaixo da tonelada.

Desconto

No lançamento, a Suzuki oferece um desconto no valor de 2033€, ficando o Swift Sport por uns competitivos 20.000€, mais barato que os rivais Abarth 595, Seat Ibiza FR 1.5 TSI e Ford Fiesta 1.0 EcoBoost ST.

Veja também: 4 pequenos desportivos até 30.000€

Estética

A cor de lançamento “Champion Yellow” tem origem no esquema cromático usado pela Suzuki no carro do Mundial de Ralis Júnior. Um “amerelão” chamativo que assenta como uma luva neste Swift altamente vitaminado. Depois, a grelha prolongada na vertical até ao para-choques, os pilares dianteiros em negro e as jantes de 17’’ de desenho específico, e ainda as saias laterais, o defletor traseiro, o difusor metalizado e a dupla saída de escape completam o cenário de inspiração vincadamente desportiva.

Ensaio Suzuki Swift Sport interior

Equipamento de série

No habitáculo, sem surpresa, encontramos a mesma tónica do exterior, com os bancos desportivos de série, desenvolvidos especificamente para este modelo, mais envolventes e acabados com pesponto a vermelho, que também encontramos no volante forrado a pele de qualidade. No painel de bordo abundam os plásticos rijos, mas a solidez da montagem agrada, assim como a colocação dos diversos elementos relativos à condução. Atrás do volante, dois mostradores (velocímetro e conta-rotações analógicos intercalados por um ecrã LCD multifunções, colorido) com uma imagem desportiva semelhante à de um cronógrafo. Também de série, o sistema de travagem de emergência, o alerta de mudança involuntária de faixa e cruise control adaptativo.

Descubra o Preço Justo KBB para as várias versões do Suzuki Swift.

Por baixo do capot

Sob o capot do Swift Sport está o motor a gasolina sobrealimentado que encontramos no S-Cross ou no Vitara, com os mesmos 140 cv, mas mais 10 Nm. Contas feitas, são mais 4 cv do que o bloco que sai de cena, mas importa mais destacar o bom aumento de 70 Nm no valor de binário máximo, para uns expressivos 230 Nm disponíveis mais cedo, logo a partir das 2500 rpm. A caixa é manual de 6 velocidades e tem o escalonamento 10% mais curto. Com isto, as prestações sobem de tom (8,1 segundos de 0 a 100 km/h), os consumos não. A marca anuncia uma média de 5,6 l/100 km.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB

Encontre o Seu Próximo Automóvel

Procurar